TOTVS

From: ABVCAP (http://www.abvcap.com.br/default.aspx)

A TOTVS Ventures, unidade de Corporate Venture Capital da TOTVS, vai investir no Brasil Aceleradora de Startups Fundo de Investimentos em Participações (FIP), com o objetivo de apoiar o ecossistema brasileiro de empreendedorismo e fomentar a inovação no País. O valor do investimento realizado pela TOTVS Ventures não é divulgado. O fundo já conta com nomes de peso em gestão, com a MSW Capital como gestor, a Microsoft na consultoria técnica e BRZ Investimentos na consultoria de governança e estratégia.

Em pouco mais de um ano de operação, o grupo já criou a Acelera Partners, rede integrada de pós-aceleração de startups que realiza rodadas de seed investment, e investiu na Aceleratech, melhor aceleradora da América Latina pelo LatAM Founders Award, resultando até agora numa participação em mais de 40 startups brasileiras.

A sinergia identificada pela TOTVS entre o propósito do fundo e o da TOTVS Ventures, de fomentar a inovação, a criação e o desenvolvimento de startups no Brasil, motivaram a aposta na iniciativa. “Em pouco mais de um ano, o fundo realizou investimentos de impacto e ações importantes para o setor brasileiro de tecnologia. Com o nosso aporte, esperamos contribuir ainda mais para o desenvolvimento de inovações disruptivas e novas empresas do setor no país”, afirma Marcelo Cosentino, Chief International Sales and Relationship Officer da TOTVS.

O objetivo do FIP “Brasil Aceleradora de Startups” é, além de desenvolver um ambiente de empreendedorismo e inovação no Brasil, incentivar os empreendedores a apostarem em suas ideias e impulsionar a cultura de investimento em startups e da criação de fundos de capital semente no país. “A chegada da TOTVS Ventures dará ainda mais força para a iniciativa”, complementa o executivo.

Além do investimento, as startups selecionadas pelo FIP contam ainda com uma rede de parceiros que contribuirão com o seu desenvolvimento em diversas frentes: mentoria em áreas estratégicas, apoio operacional e tecnológico, espaço físico, business networking e apoio financeiro. Geralmente, cada uma já possui um negócio estruturado, com clientes e faturamento, mas ainda são empresas frágeis que necessitam de parceiros ativos para impulsionar a evolução dos seus empreendedores em empresários. Essa ênfase, somada a oportunidade de interagir com as empresas globais que compõe o grupo de investidores no FIP, garante as condições para o desenvolvimento de startups brasileiras com padrão e competitividade global.